Esta matéria faz parte do conjunto de transformações BRT Transoeste
Clique e conheça os detalhes do projeto
04/10/2011 | Transportes | BRT Transoeste

Duas grandes intervenções da Transoeste tomam forma

Além de colaborar para melhorar o trânsito da Zona Oeste, nova ponte sobre o Rio Morto e viaduto de acesso ao Túnel da Grota Funda, ambos no Recreio dos Bandeirantes representam importantes trabalhos de engenharia

Pelos 57 km de estradas da Transoeste não faltam desafios de engenharia. Cruzamentos de ruas e passagens sobre rios e córregos estão sendo preparados para receber as chamadas “obras de arte”, grandes estruturas, como viadutos e pontes, que vão dar maior fluidez ao trânsito da Zona Oeste do Rio.

Apenas entre a Barra da Tijuca e o Recreio dos Bandeirantes serão quatro delas. O Viaduto Orlando Raso, inaugurado em abril de 2011 sobre a Avenida Salvador Allende, terá um “irmão gêmeo” alguns quilômetros à frente, na Estrada Benvindo de Novaes. Mas a nova ponte sobre o Rio Morto e o viaduto de acesso ao Túnel da Grota Funda são as intervenções consideradas cruciais para o corredor de ônibus expresso BRT (Bus Rapid Transit).

– Aqui (sobre o Rio Morto) nós vamos ter três faixas de trânsito, duas para carros e uma para o BRT, nas duas pontes, na nova e na antiga, que será recuperada. Essas pontes vão ter a cada dia um fluxo de trânsito maior, fazendo deste eixo um caminho importantíssimo para a população – explica o engenheiro da Prefeitura Alexandre Risso, gerente de Obras da Transoeste.

Inaugurada em 1969, a atual ponte sobre o Rio Morto está saturada pelo trânsito da região e apresenta sinais de desgaste. A estrutura será recuperada para receber o trânsito do corredor Transoeste.

Uma nova ponte foi construída no local e já está em fase de acabamento. Assim que ficar pronta, o trânsito da Avenida das Américas será desviado por ela, permitindo aos operários trabalhar na reforma da antiga construção.

– Será necessária a troca de apoios. Nós vamos também rever a situação de um dos passeios, para proporcionar o alargamento da pista. Será uma revisão geral da estrutura e da infraestrutura desta ponte – detalha o engenheiro.

Após o término da nova ponte, reorganização no trânsito vai permitir reforço na estrutura da antiga

Pouco mais de 2 km à frente, em direção a Guaratiba, o viaduto sobre a Estrada do Pontal também promete mudanças no trânsito da Zona Oeste. Será ele o responsável pelo acesso ao Túnel da Grota Funda – já em fase de acabamento –, eliminando mais um cruzamento no caminho dos ônibus articulados.

– Quando chegar aqui ao Recreio, o motorista vai ver duas pistas: uma de acesso à galeria do Túnel sentido Guaratiba e outra de que vem do túnel. Vamos ter ainda uma pista lateral, que vai servir para quem for pegar o retorno pela Estrada do Pontal – por baixo do viaduto – ou subir a Serra (da Grota Funda) – acrescenta Risso.

Segundo ele, a ideia no futuro é implantar uma ciclovia ao lado da Estrada da Grota Funda, que sobe o Maciço da Pedra Branca, dando acesso a mirantes para incrementar o potencial turístico da área.

– Acho que o mais importante dessas obras é a gente poder garantir a segurança da população, com vias totalmente independentes, além de conseguirmos deixar o fluxo de trânsito mais rápido – conclui o engenheiro.

As obras da Transoeste, incluindo o Túnel da Grota Funda e seus viadutos, deverão ficar prontas até maio de 2012, prevê a Prefeitura.

Notícia Anterior
Morar Carioca inaugura primeira obra no Complexo do Alemão
Próxima Notícia
Festival leva o mundo do cinema ao Porto