Esta matéria faz parte do conjunto de transformações TransCarioca
Clique e conheça os detalhes do projeto
26/01/2012 | Transportes | TransCarioca

Transcarioca terá ‘obra de arte’ na Barra

Com aproximadamente 300 metros de extensão, ponte estaiada - sustentada por cabos - será uma das mais importantes intervenções do corredor BRT que ligará a Barra da Tijuca ao Aeroporto Tom Jobim

Já começaram a ser erguidos os pilares da ponte estaiada da Transcarioca, primeira ‘obra de arte’ da via que ligará a Barra da Tijuca ao Aeroporto Internacional Tom Jobim/Galeão, na Ilha do Governador. Com aproximadamente 300 metros de extensão, a ponte será construída sobre a ligação das lagoas de Jacarepaguá e da Tijuca, em um trecho da Avenida Ayrton Senna, próximo à Avenida Abelardo Bueno.

– Nós tivemos que acertar o terreno, teve um pedaço em que foi preciso trocar o solo, que era de argila mole. Nós estamos fazendo a concretagem dos blocos, que têm mais de três metros de largura – explica o engenheiro Eduardo Fagundes, coordenador das obras dos corredores expressos da Prefeitura do Rio.

No lado mais próximo à Avenida Abelardo Bueno, operários trabalham na construção dos pilares de ancoragem da ponte; do outro lado da lagoa ficarão os mastros principais. A ponte terá duas faixas em cada sentido, sendo uma delas exclusiva para as linhas do BRT (Bus Rapid Transit), e contará ainda com alças de entrada, saída e retornos.

– Nós tínhamos o problema da ligação entre as lagoas de Jacarepaguá e da Tijuca. Não seria interessante colocar blocos de concreto ali, para não prejudicar a fauna e a flora da região. Então, nós preferimos fazer um vão maior, com isso a fundação fica muito mais pesada – detalha Eduardo.

Operários trabalham nos blocos de fundação da ponte, que terá uma parte sustentada por cabos

Entre o mastro principal e o de ancoragem, a ponte contará com um retorno para os motoristas que trafegam pela Ayrton Senna em direção à Barra da Tijuca. Eles poderão optar por fazer um retorno passando sob a ponte e pegar uma pista que passará atrás do shopping Via Parque.

– Isso servirá para quem vai para o shopping e o condomínio Península. Com isso, nós tiramos carros da própria Ayrton Senna e do Cebolão da Alvorada, que são pontos sempre engarrafados – diz o engenheiro.

As obras da ponte estaiada, com o custo aproximado de 120 milhões, começaram em outubro de 2011. A previsão da Prefeitura é de que esteja pronto até o fim de 2012.

Notícia Anterior
Encontro de ideias para integrar o Rio
Próxima Notícia
Túnel da Grota Funda: um modelo de tecnologia