Esta matéria faz parte do conjunto de transformações BRT Transoeste
Clique e conheça os detalhes do projeto
06/06/2012 | Transportes | BRT Transoeste

Primeiro corredor expresso é inaugurado

BRT Transoeste começa a operar em caráter experimental, fora do horário de pico: das 10h às 15h. Tempo estimado da viagem será de 52 minutos

Dia 6 de junho, às 12h50. Exatamente neste horário, uma nova era para o transporte público do Rio de Janeiro nasceu, com o início das operações do BRT Transoeste entre as estações Pingo D´Água e Terminal Alvorada, passando pelo recém-aberto túnel Vice-Presidente José Alencar (túnel da Grota Funda). Com capacidade para 140 passageiros e ar-condicionado, o sistema vai reduzir pela metade o tempo de quem precisa se deslocar pela Zona Oeste.

– A Transoeste é um grande marco para a Zona Oeste e para a população que está desassistida do outro lado do Maciço da Pedra Branca. Esta é uma obra espetacular para a população desta parte da cidade, que utiliza o transporte público, e isso vai ser um grande ganho para toda a cidade – enfatizou Alexandre Risso, engenheiro da Secretaria Municipal de Obras.

Durante o evento, que contou com a presença do prefeito Eduardo Paes, do governador Sérgio Cabral e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, foi descerrada a placa que marcava a inauguração do corredor exclusivo para BRTs. Inicialmente, o Ligeirão funcionará em caráter experimental, fora do horário de pico: das 10h às 15h, com frota de 11 veículos e tempo estimado de viagem de 52 minutos entre Santa Cruz e Terminal Alvorada.

O trajeto terá paradas apenas em nove estações durante os primeiros dias de funcionamento: Pingo D´Água, Pontal, Recreio Shopping, Nova Barra, Gelson Fonseca, Pedra de Itaúna, Riomar, Novo Leblon e Alvorada. O caráter experimental vai durar até o próximo dia 23 de junho.

– No final do mês de junho, começaremos a atender plenamente os passageiros entre os terminais de Santa Cruz e Alvorada – explicou Marcos Tognozzi, coordenador de transportes da Zona Oeste pela Secretaria Municipal de Transportes (SMTR).

A Partir desta data, o BRT contará com dois tipos de serviço: expresso e parador. Para que os passageiros possam acessar as estações com mais facilidade, serão criadas três linhas alimentadoras para atender os bairros próximos. Das linhas existentes na região hoje, uma será eliminada (882 – Santa Cruz x Barra da Tijuca, que deu origem ao trajeto da Transoeste), outra será mantida até a terceira etapa (878 – Santa Cruz x Alvorada) e outra terá seu trajeto reduzido (460S – Itaguaí x Barra da Tijuca). Esta última passará a fazer o trajeto Itaguaí x Curral Falso.

– A população da Zona Oeste vai se beneficiar com a facilidade de poder se locomover entre duas regiões de suma importância para a cidade do Rio de Janeiro. A Transoeste vai diminuir o tempo de percurso da viagem do trabalhador da Zona Oeste – afirmou Sebastião Leite, prefeito da Transoeste, responsável pela conservação do corredor.

Notícia Anterior
Um parque para renovar Madureira
Próxima Notícia
Integrantes do COI dão início à Vila Olímpica