Esta matéria faz parte do conjunto de transformações Porto Maravilha
Clique e conheça os detalhes do projeto
04/10/2012 | Infraestrutura | Porto Maravilha

Túnel Nina Rabha já ganha forma

Obra é uma das mais complexas devido às peculiaridades da rocha e da região onde está localizada

Moradores da  Zona Portuária do Rio já conseguem ver através do Morro da Saúde. O túnel, que faz parte do novo sistema viário da região – no caso, o Binário do Porto –, já foi escavado  de um lado a outro e, agora, o trabalho se concentrará em outros dois túneis paralelos – um deles onde passará o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT).

Até agora, já foram concluídos 25% das obras do futuro Túnel Nina Rabha – apesar de dificuldades como a baixa cobertura do morro, considerado pequeno e com um grande condomínio no topo. Como precaução, a cada nova explosão é feita a evacuação de moradores de 20 apartamentos – entre eles, Isaías Amancio de Souza, gerente de produção do Túnel da Saúde.

“Eu sou a garantia de que está sendo bem feito, senão eu mesmo não moraria ali”, brinca Isaías. “Sou de Araraquara, em São Paulo, e preferi morar perto trabalho. Meu apartamento é exatamente em cima, no terceiro andar.  Os vizinhos perguntam sobre a obra, convido para visitarem o canteiro e isso ajuda no relacionamento. Os proprietários, claro, estão animados com a valorização do patrimônio, que já teria até dobrado”.

Para diminuir os transtornos, há todo um calendário de detonações com horários de menor movimento.

“Tocamos três sirenes – a primeira meia-hora antes da detonação avisando sobre a necessidade de evacuação. Além disso, bloqueamos cinco vias e interrompemos uma outra obra vizinha. Infelizmente, é necessário para evitar qualquer problema”, conta o engenheiro Joel Ventura,  coordenador da obra.

O empreendimento começou em dezembro com as demolições de armazéns abandonados e a proteção do maciço. A rocha, composta por tipos variados, obrigou os engenheiros a usarem diferentes técnicas – desde a perfuração até as explosões, que começaram no dia 1º de junho.

O túnel terá apenas 22 metros e três pistas – uma delas do VLT. Ele fará parte do Binário do Porto, nova via expressa que vai substituir o Viaduto da Permietral. Serão três pistas de cada lado, ligando a rodoviária à Praça Mauá e a Rua 1º de Março.

Notícia Anterior
Novo mergulhão na Barra da Tijuca melhora ponto crítico da região
Próxima Notícia
Construção do BRT deixa legado por onde passa