Esta matéria faz parte do conjunto de transformações BRT Transcarioca
Clique e conheça os detalhes do projeto
04/10/2012 | Transportes | BRT Transcarioca

Uma ponte exclusiva para o BRT

A importância dos novos veículos BRT’s (Bus Rapid Transit) no transporte público do Rio de Janeiro pode ser evidenciado na construção de pontes como a Prefeito Pereira Passos, na Ilha do Governador – que será usada exclusivamente pelos passageiros. Serão 400 metros de ponte construídos ao lado do atual acesso sobre a Baía de Guanabara, […]

A importância dos novos veículos BRT’s (Bus Rapid Transit) no transporte público do Rio de Janeiro pode ser evidenciado na construção de pontes como a Prefeito Pereira Passos, na Ilha do Governador – que será usada exclusivamente pelos passageiros. Serão 400 metros de ponte construídos ao lado do atual acesso sobre a Baía de Guanabara, deixando-o livre para carros.

Atualmente, estão sendo erguidos os pilares por meio de grandes balsas ancoradas na Baía de Guanabara. A construção exige uma série de cuidados, uma vez que a ponte terá apenas dois apoios na baía. Com isso, haverá menos impacto ambiental na região.

“A gente conseguiu eliminar pelo menos quatro linhas de pilares. Assim não deixamos sujeira, não agredimos o meio ambiente”, conta o engenheiro chefe, Eduardo Fagundes.

A ponte será reta e terá uma leve curva para a direita, no sentido Ilha do Fundão-Ilha do Governador. A medida foi tomada por conta da descida e subida de aviões na Base Aérea do Galeão, uma das sedes da Força Aérea Brasileira. Também por conta disso, foi feito um estudo para que o mastro da ponte não fosse alto ao ponto de atrapalhar as aeronaves.

Este é mais um empreendimento parte da Transcarioca, nova ligação entre o aeroporto internacional e a Barra da Tijuca, na Zona Oeste – principal reduto de competições das Olimpíadas de 2016. O BRT passará pelo Terminal Rodoviário do Fundão, antiga reivindicação de estudantes e profissionais da Universidade Federal do Rio de Janeiro, que funciona naquele bairro. O BRT vai ainda circundar o hospital universitário que também funciona lá.

Notícia Anterior
Novas ruas mudam a cara da Zona Portuária
Próxima Notícia
Na TransCarioca, um canteiro de obras a todo vapor