Porto Maravilha
Principal projeto da Cidade Olímpica, será a nova porta de entrada do Rio. Prevê intervenções urbanísticas, restauro, construção de túneis, museus e muito mais
Museu do Amanhã
Sobre o Projeto

É um projeto de requalificação urbana que promove o reencontro da Região Portuária com a cidade, lançando um novo padrão de qualidade de vida no Rio de Janeiro. O Porto Maravilha está recuperando a infraestrutura urbana, o transporte, o meio ambiente, os patrimônios histórico e cultural, além de melhorar as condições habitacionais da região. Construído no início dos anos 50 com o objetivo de ligar as zonas Norte e Sul, o Elevado da Perimetral mostrava sinais de saturação. A demolição é a chave do novo sistema viário do Porto Maravilha, acabando com a imagem de um local de passagem, que marcou a Região Portuária. A derrubada está abrindo caminho para o resgate do patrimônio histórico e arqueológico da área, da qualidade de vida dos moradores do local e da cidade como um todo. A obra contempla o conceito de sustentabilidade, reciclando o concreto, reutilizando-o na pavimentação de ruas e calçadas. Além da reformulação viária, o projeto Porto Maravilha possui outros pontos de destaque: Jardim do Valongo - O lugar, antes abandonado, hoje é motivo de orgulho para o carioca. Localizado na encosta do Morro da Conceição, o Jardim Suspenso do Valongo passou por reforma, que trouxe de volta suas características originais. Inspirado nos jardins franceses do século XIX, o local possuiu características parecidas com as da sua primeira inauguração, em 1906. A reforma faz parte do projeto Porto Maravilha. Museu de Arte do Rio - Inaugurado no dia 1° de março de 2013 como parte das comemorações do aniversário da cidade, o Museu de Arte do Rio é um espaço dedicado à arte e à cultura visual, que abriga exposições, de curta e média duração, promovendo uma leitura da história da cidade, dos desafios e expectativas. Museu do Amanhã - O museu será um espaço dedicado às ciências. O lugar, de arquitetura sustentável, vai explorar as variedades do amanhã nos campos da matéria, da vida e do pensamento, além de proporcionar o debate de diversas questões ambientais, sociais e climáticas. Ele será um ambiente de experiências, que permitirá ao visitante fazer escolhas pessoais, vislumbrar possibilidades de futuro, perceber como será a sua vida e a do planeta nos próximos 50 anos. A inauguração está prevista para o primeiro semestre de 2015. Ao final do processo, em 2016, o Porto do Rio será referência mundial em cultura, lazer e qualidade de vida.

O que é?

Projeto que vem transformando uma das regiões mais importantes da cidade e que durante anos foi relegada ao abandono. O Porto Maravilha será responsável pela revitalização de uma área de cinco milhões de metros quadrados, que inclui a abertura de novas vias e a reurbanização, deixando para a cidade um dos mais importantes legados dos Jogos Olímpicos de 2016.

O Rio Ganha. Você Também.

Protagonista na construção da Cidade Olímpica, o Porto Maravilha se destaca pela reestruturação da região histórica do Rio. Iniciado em junho de 2009, o trabalho inclui a construção da Via Expressa, que vai substituir o Elevado da Perimetral. Paralelo à nova via está a Binário do Porto, inaugurada no dia 20 de outubro de 2013, que surge para fazer o papel que cabia à Avenida Rodrigues Alves, porém com maior capacidade de tráfego de veículos. Ainda em construção está o Túnel do Binário, que vai completar a Via Binário do Porto, já inaugurada.

Como boa parte da Binário e da Via Expressa será subterrânea, um trecho da Av. Rodrigues Alves será transformado em um boulevard que será cortado pelo Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), espécie de bonde moderno e não poluente com capacidade para transportar até 415 pessoas. E o melhor: tudo isso sem a interferência da Perimetral, que está sendo removida.

 

Onde fica

Projetos Interligados
  • Via Binário do Porto

    Conheça o Projeto

    Ruas revitalizadas, novas alças no Gasômetro, dois túneis. Todo este conjunto de melhorias faz parte da Binário do Porto, via que distribui com maior fluidez o trânsito na Região Portuária. A Via está fazendo o papel que cabia à Avenida Rodrigues Alves, porém com maior capacidade de tráfego de veículos. Com 3,5 quilômetros de extensão e três pistas por sentido, a Via corre paralela à Avenida Rodrigues Alves e liga a região da Rodoviária Novo Rio à Praça Mauá. No sentido contrário, parte da Rua Primeiro de Março em direção às novas alças do Gasômetro. Este trajeto corresponde à 80% das obras do Binário, restando apenas a inauguração do Túnel Rio 450, que tem previsão de conclusão para 2015.

    20131020_co_inauguracao_tunel_binario_GS

    Links Relacionados

  • Cais do Valongo

    Conheça o Projeto

    As obras do Porto Maravilha revelaram uma relíquia arqueológica internacional: o Cais do Valongo. Um monumento a céu aberto, o Cais foi o maior porto de chegada de escravos do mundo. Historiadores estimam que aproximadamente 1,2 milhão de pessoas trazidas da África passaram por ali, de meados do séc. XVIII até 1831. O Cais do Valongo foi construído em 1811, para atender à antiga determinação do Vice-Rei, o Marquês de Lavradio, para retirar da Rua Direita, atual Primeiro de Março, o desembarque e comércio de africanos escravizados. Em 1843, a obra foi remodelada para receber a Princesa das Duas Sicílias, Teresa Cristina, noiva do futuro Imperador Pedro II, e passou a se chamar Cais da Imperatriz. No início do século XX, o Cais foi aterrado. Um século depois, o Porto Maravilha resgata este sítio arqueológico, agora totalmente preservado. O Cais do Valongo está entre os pontos em análise pela Unesco, e pode ser reconhecido como Patrimônio da Humanidade. Próximo ao Cais, agora o carioca também pode curtir o Jardim Suspenso do Valongo, construção inspirada nos jardins franceses do séc. XIX, que foi inaugurado originalmente em 1906. O destaque são as quatro estátuas gregas que foram integralmente recuperadas, após passar décadas guardadas em depósito.  

    Cais do Valongo

    Links Relacionados

  • Museu de Arte do Rio

    Conheça o Projeto

    Inaugurado no primeiro semestre de 2013, o Museu de Arte do Rio, mais conhecido como MAR, surge imponente em um cenário que encontra-se em franco processo de revitalização, a região portuária da cidade. Composto por dois prédios de arquitetura totalmente heterogênea - o Palacete D. João VI e o antigo prédio da Polícia Civil - o MAR voltará seus olhos para a cidade que o abriga. O Rio de Janeiro será alvo de exposições, debates, cursos e workshops que pretendem discutir a cidade, com todas as suas sutilezas e particularidades. Para isso, cada um de seus prédios tem um papel específico. Enquanto o Palacete D. João VI funciona como o pavilhão expositivo, exibindo mostras de diferentes artistas, o prédio ao lado tem como foco a educação. Batizado de Escola do Olhar, oferece cursos para professores e alunos da rede pública de educação, difundindo a arte e seu caráter educativo e aglutinador.

    460x437_20130520_CO_POR_MAR_MT07

    Links Relacionados

  • Via Expressa

    Conheça o Projeto

    Com 6.847 metros de extensão e três faixas por sentido, a futura Via Expressa ligará o Aterro do Flamengo, nas imediações do Aeroporto Santos Dumont, à Avenida Brasil e à Ponte Rio-Niterói. O Túnel da Via Expressa terá 3.022 metros, indo do atual Mergulhão da Praça XV até o Armazém 8 do Cais do Porto. A parte subterrânea, sob a Avenida Rodrigues Alves, permitirá a transformação do trecho da Praça Mauá ao Armazém 8 em passeio público para circulação de pedestres, ciclistas e o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT). Em fase de construção, a Via Expressa vai substituir o Elevado da Perimetral, ampliando a quantidade de pistas hoje existentes de quatro para seis faixas, sendo três em cada sentido.  

    Via Expressa

    Links Relacionados

Mais projetos em Infraestrutura